Privatização de estatais gaúchas derrubada novamente!

Ontem, dia 5 de junho de 2018, foram barrados, mais uma vez, os planos entreguistas do (des)governo do Rio Grande do Sul. Os deputados da situação, liderados pelo MDB, tentaram adiantar o plebiscito pela venda das estatais CEEE, CRM e Sulgás: ao invés de mais 5 meses, como o necessário, pediam para ser em 3 … Continuar lendo Privatização de estatais gaúchas derrubada novamente!

Leonel Brizola, um político radical e apaixonado

“Escrevo horas antes da votação, pela Câmara dos Deputados, do vergonhoso salário mínimo de R$ 260 (...) Esta decisão sobre o salário mínimo é uma espécie de epitáfio sobre as esperanças que o nosso povo trabalhador depositou em Lula.” A crítica, escrita em maio por Leonel de Moura Brizola, quando a Câmara começava a debater … Continuar lendo Leonel Brizola, um político radical e apaixonado

O papel das instituições na trajetória econômico-social do Estado do Rio de Janeiro

Introdução A cidade do Rio de Janeiro se construiu institucionalmente, desde a sua fundação, como um espaço de articulação nacional. Inicialmente, derivou o seu dinamismo econômico-social do fato de ser o principal porto brasileiro e centro militar e, posteriormente, de ser a capital da República e centro cultural, político e econômico do país – como … Continuar lendo O papel das instituições na trajetória econômico-social do Estado do Rio de Janeiro

Antropólogo, educador, político, escritor… as múltiplas faces de Darcy Ribeiro

“Populista, sonhador, louco, debochado, polêmico, delirante, autoritário, criativo, desbocado... Quase tudo se disse de Darcy Ribeiro. Ferinas ou elogiosas, suspeitas ou invejosas, as definições só não ultrapassaram o número de cargos pelos quais desfilou ao longo de quase 50 anos de vida pública”. Foi assim que O GLOBO abriu a reportagem, publicada no dia 18 … Continuar lendo Antropólogo, educador, político, escritor… as múltiplas faces de Darcy Ribeiro

O PDT ontem e hoje: da gênese do PTB, o nascedouro do PDT de Brizola, ao fisiologismo de Carlos Lupi (por Gabriel da Silva)

Com a redemocratização do país e a morte de Jango o líder natural do PTB seria Brizola. Porém, Ivete Vargas e nomes como Jânio Quadros e Sandra Cavalcanti (secretária de Carlos Lacerda) também entram na disputa pela sigla do partido de seu avô. O TSE dá a ela o direito à sigla, uma cena que … Continuar lendo O PDT ontem e hoje: da gênese do PTB, o nascedouro do PDT de Brizola, ao fisiologismo de Carlos Lupi (por Gabriel da Silva)

Pobre país sem Brizola e Darcy

Exercitar a mente com um trabalho prazeroso é o que todos aspiram encontrar na vida, antes que, pronto, tudo acabe. Porque, o que importa a velha morte? O diabo, diria Darcy Ribeiro, é perder a vida. Essa sim é uma perda. Um dano à vida. Esta é a sensação em ler, reler, pensar, admirar, comparar, … Continuar lendo Pobre país sem Brizola e Darcy

Diálogos estarrecedores: Lula, Roberto Marinho e a sociologia do entreguismo (por Gilberto Felisberto Vasconcelos)

12 de setembro de 1992. Luzinácio Lula encontra-se com o doutor Roberto Marinho. Encontro publicado na primeira página do jornal O Globo, do qual extraio alguns trechos estarrecedores. Lula: “- A pior coisa que existe na política é duas pessoas não se gostarem sem se conhecerem.” Esta rasgação de seda perdoa a TV Globo no … Continuar lendo Diálogos estarrecedores: Lula, Roberto Marinho e a sociologia do entreguismo (por Gilberto Felisberto Vasconcelos)

“Ao Brizola, eu devo o primeiro lápis que tive na vida”, Caco Barcellos

Uma das maiores marcas do nacionalista Leonel Brizola é, sem sombra de dúvidas, a luta por uma educação de qualidade no Brasil. E essa afirmação pode ser comprovada por meio de suas administrações, primeiro como governador do Rio Grande do Sul e, depois, no estado do Rio de Janeiro, que ele governou por duas vezes … Continuar lendo “Ao Brizola, eu devo o primeiro lápis que tive na vida”, Caco Barcellos

A profecia de Brizola sobre o aparelhamento do Estado pelos evangélicos

Como Leonel Brizola previu o aparelhamento do estado por grupos evangélicos e a ascensão ao poder de Eduardo Cunha. Bem que Brizola avisou. Em dezembro de 1998, ele e Anthony Garotinho, então governador do Rio, tiveram uma briga em torno da escolha do secretariado. Dizia uma matéria da Folha: “Brizola não aceita a indicação do … Continuar lendo A profecia de Brizola sobre o aparelhamento do Estado pelos evangélicos

O atualíssimo discurso de Brizola em defesa da legalidade

“…os hábeis jogadores xadrez com seus punhos  de renda”. "mas de agora em diante nós veremos quem tem fibra e quem tem raça". "Na hora de correr bala e na hora do cheiro de pólvora, nós vamos ver a covardia dos golpistas e dos traidores”. São algumas das expressões contidas no Discurso de Brizola ao … Continuar lendo O atualíssimo discurso de Brizola em defesa da legalidade