Progredindo, mas para onde? (por Gustavo Kafruni)

Na 24ª edição do Foro de São Paulo, uma expressão foi muito presente: "governos progressistas". Há que se admitir ao menos a lucidez no uso das palavras. O que tivemos na última década na América Latina, com algumas exceções como o caso venezuelano, foram mesmo governos progressistas. Isto é, governos que se dedicaram a evoluir … Continuar lendo Progredindo, mas para onde? (por Gustavo Kafruni)

Anúncios

Dia Nacional do Estudante Nicaraguense

Julho é um mês cheio de marcos históricos para a luta pela Libertação Nacional do povo da Nicarágua. Celebrou, neste dia 19 (quinta-feira), 39 anos da Revolução Sandinista: a derrocada da sangrenta ditadura somozista – que transformou o país em mais uma marionete do império estadunidense - pelas mãos das tropas da Frente Sandinista de … Continuar lendo Dia Nacional do Estudante Nicaraguense

A França não tem o direito de reclamar de imigração

- Quando os escravos negros do Haiti se libertaram da França, ela passou a cobrar do Haiti uma suposta divida para indenizar os ex-donos de terras e ex-donos de escravos, sob ameaça de invasão e recolonização. A contenda com a França só acabou quando em 1838 o governo haitiano aceitou pagar 150 milhões de francos. … Continuar lendo A França não tem o direito de reclamar de imigração

100 anos de Nelson Mandela

Nos 100 anos de Nelson Mandela, urge lembrar: Até ser libertado da prisão, Mandela via a luta armada revolucionária como forma de derrubar a ditadura do Apartheid. Longe da imagem de "pacifista humanista" - como um Gandhi - Mandela era um guerrilheiro. Seu grupo, o CNA, combatia com armas o poderoso Exército Sul-Africano. Assim, o … Continuar lendo 100 anos de Nelson Mandela

Análise sobre a situação na Nicarágua (por Victor Cavalcanti)

Ontem vi umas pessoas aqui nesta rede social esbravejando contra o "ditador sanguinário" da Nicarágua, que matou centenas de pessoas que participavam de protestos "pacíficos" nos últimos meses, como tem noticiado amplamente a grande mídia daqui. Assim, na boa, inicialmente esses protestos até tinham razão de ser. O Daniel Ortega, que não é um ditador, … Continuar lendo Análise sobre a situação na Nicarágua (por Victor Cavalcanti)

Considerações sobre a seleção croata e o nazifascismo (por André Ortega)

“Slava ukraina” hoje não é outra coisa que não um lema bandeirista que agita os apoiadores da Junta de Kiev e os neonazistas que se valem da histeria anti-russa para cometer seus crimes. Slava ukraina é o lema que encobre Poroshenko e Turchynov, que alimenta o pravy setor, é o mote da guerra contra o … Continuar lendo Considerações sobre a seleção croata e o nazifascismo (por André Ortega)

A censura chinesa não teme críticas ao regime

O regime chinês conta com um sofisticado aparato de censura que atualmente emprega centenas de milhares de pessoas. Mas se engana quem pensa que o principal objetivo do braço repressivo do Partido Comunista chinês (PC) seja silenciar vozes críticas às políticas ou ações do governo. Na verdade, a sua raison d’être consiste em evitar a … Continuar lendo A censura chinesa não teme críticas ao regime

O colonialismo inglês, a CIA e o tráfico de drogas no sudoeste chinês

Há duas semanas, a agência de notícias chinesa Xinhua publicou um artigo sobre a prisão de três traficantes e o confisco de aproximadamente 10 kg de drogas na fronteira da Província de Yunnan, no sudoeste do país, com Mianmar (ex-Birmânia). Notícias como essa não são novidade. Aliás, tais incidentes ocorrem com certa frequência nessa região … Continuar lendo O colonialismo inglês, a CIA e o tráfico de drogas no sudoeste chinês

O mito dos protestos pró-democracia na China em 1989

A passagem de mais um aniversário do “Massacre da Praça da Paz Celestial” nesta semana seguiu o ritual de sempre: vigílias em Hong Kong e Taiwan, discursos de dissidentes chineses no exterior e artigos na mídia internacional sobre os esforços do Partido Comunista chinês (PC) em garantir que a data passasse despercebida no país. Mas … Continuar lendo O mito dos protestos pró-democracia na China em 1989

O exílio no purgatório chinês

A eclosão da guerra entre a China e o Japão, em 1937, mudou a vida dos intelectuais nos centros urbanos do norte do país. Os campi das três universidades de maior prestígio do país – Pequim, Qinghua e Nankai – sofreram com os bombardeios. A Universidade de Nankai, em Tianjin, que na época servia de … Continuar lendo O exílio no purgatório chinês