Delfim Netto e a corrupção durante a Ditadura militar

28872043_947894462045144_5851800525988691968_n

Foto mostra Delfim Netto, no centro. Do lado, a direita, José Maria Marin. Sentados estão o ditador João Figueiredo e o Paulo Maluf.

Delfim foi ministro da Fazenda (1967/1974) e criador do chamado “milagre econômico” da ditadura militar. Foi também um dos signatários do AI-5.

No final de 1982 uma reportagem-denúncia do jornalista José Carlos de Assis expôs a quitação da dívida da empresa Delfin com o Banco Nacional da Habitação (BNH). O Grupo Delfin era a maior empresa privada de crédito imobiliário da época, porém possuía elevados endividamentos junto ao BNH.

Um acordo fraudulento envolvendo Delfim Netto, Mário Andreazza e Ernane Galvêas – respectivamente ministros do Planejamento, Interior e Fazenda do Governo Figueiredo – preveu a entrega de dois terremos para pagar a dívida de Cr$ 60 bilhões. Porém, os terrenos valiam Cr$ 9 bilhões, cerca de um sexto da dívida. Os três ministros foram acusados judicialmente, mas nenhum deles chegou a ser punido.

Sobre Delfim também pesam as suspeitas de ter facilitado a Camargo Correa na construção de outras duas hidrelétricas, de Água Vermelha (MG) e de Tucuruí. As denúncias foram publicadas no livro “Ditadura Acabada” de Élio Gaspari.

Hoje, Delfim é acusado de receber 15 milhões em propina por Belo Monte. Enquanto Maluf e Marin estão ambos presos por seus próprios crimes.

Algumas pessoas bem ignorantes afirmam que nunca houve corrupção na ditadura militar do Brasil. Também ainda falam que o fim da ditadura permitiu que “”corruptos”” como Lula, Dilma, Dirceu e Genoíno se tornassem políticos importantes. Mas eles ignoram de forma bem conveniente que corruptos como Sarney, ACM, Collor, Maluf, Marin, Delfim, dentre muitos outros, fizeram carreira durante a ditadura. E que as próprias empreiteiras hoje envolvidas na Lava-Jato só tem o poder econômico e político que tem hoje graças a suas relações amigáveis com a classe política durante a Ditadura.

Por Comunista Opressor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s