Um estado policial de cães raivosos contra à esquerda e os serviços públicos (por Gustavo Castañon)

Estamos num estado policial que tem como inimigo a esquerda e os serviços públicos.

O caso dramático do Reitor não despertará os apoiadores disso para nada.

Eles são a mesma gente que apoiou silenciosa e entusiasticamente a ditadura, e que já entendeu que o objetivo primeiro do aparato judiciário e policial não é coibir crime comum, mas coibir a luta por justiça social.

Eles nos querem todos presos e mortos, não porque são ricos, mas porque são cães de seus donos, a burguesia.

Nossa existência não só faz eles temerem perder os ossos que recebem da mesa de seus donos, mas o que é pior, oferece o espelho no qual eles saem do delírio de classe e se reconhecem como cães.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s