Paraguai, Honduras, Ucrânia e Brasil: golpes, privatizações e a marcha contrária ao Progresso (por Guilherme Melo)

Todos os países que substituíram a economia protecionista e de conciliação de setores da economia pública e privada, a exemplo do Paraguai, Honduras, Ucrânia e Brasil passam por um processo de desindustrialização e entrada de capitais externos.

Isto acarretou a decréscimos da produção nacional e a dependência de exportações em valores mais altos que a moeda nacional, causando malefícios ao câmbio, comercialização interna e diminuição do produto interno bruto.

O livre mercado, livre câmbio, liberdades dos fluxos de capitais não são mais sinais de progressos em um período em que a globalização geram países dependentes e beneficiados da dependência dos países subdesenvolvidos.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s